João 11: 1-45

Essa passagem é uma das mais belas passagens bíblicas; por seu conteúdo histórico, milagroso, afetivo e por sua simbologia.

Jesus é avisado que Lázaro estava enfermo, Lázaro não era um homem qualquer, mas a quem Jesus amava (V.3). Após ser avisado, Jesus ainda ficou mais dois dias, sem pressa, pois Ele mesmo afirma que aquela enfermidade não é senão para a Glória de Deus, talvez você esteja em uma situação complicada, mas segure nas mãos de Deus e confie, pois às vezes passamos por situações, por provações para que o nome dEle seja glorificado, para que através de nossas vidas se manifeste o poder de Deus, para que o homem comum veja, testemunhe e conheça o Deus que servimos, ou você não se lembra de Jó?

Mas não é nessa linha de raciocínio que gostaria de tratar essa mensagem.

Gostaria fazer algumas perguntas: Há quanto tempo você não sonha? E seus antigos sonhos, onde estão? Para onde foram? E as promessas que Deus lhe fez?

Aposto que um sentimento nostálgico deve ter tomado conta de algumas pessoas, pois nós temos deixado de sonhar, temos esquecido nossos antigos sonhos, e infelizmente temos desistido do que Deus nos prometeu. Não se esqueça.

Os planos de Deus em nossas vidas, as promessas dEle só necessitam de um agente para se concretizarem: Cada um de nós.

Quando Jesus chegou onde Lázaro estava, faziam 4 dias que ele já estava morto, veio até ele Marta, irmã de Lázaro e disse: Se tu estivesse aqui, meu irmão não haveria morrido (V.21)

Há quanto tempo mesmo que você não sonha? Há quanto tempo você desistiu de seus sonhos? Ou melhor, há quanto tempo eles estão ‘mortos’?

Então lá vai a resposta de Jesus para Marta e para nós.

Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;

E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto? (V.25 e 26)

Você crê? Você crê? Se a resposta for SIM meu amado e minha amada, NÃO DESISTA.

Sabe o que acontece quando Jesus vê nossos sonhos serem enterrados, quando desistimos de Suas promessas? Ele chora (V.35), pois o propósito de Cristo é que sejamos mais que vencedores (Rm 8:37).

Nas dificuldades, nas afrontas do inimigo, nas tristezas, nos insucessos, não faltarão pessoas para questionar o poder de Nosso Senhor (V.37), mas o salmista nos fala em Sl 37:5 – Entrega os teus caminhos ao Senhor, confia nEle e tudo mais Ele fará. Essa é a chave: ENTREGAR NOSSOS CAMINHOS AO SENHOR E CONFIAR NELE.

A partir dessa atitude, vamos conversar com o Papai:

Lembra Senhor do que me prometeu? Eu não desisti. Lembra Senhor dos meus sonhos? Eu creio. Lembra Senhor da minha família? Eu creio que servirão a Ti. Pois bem Senhor em Ti entrego minha vida.

Como disse no início, depende de nós, da nossa atitude.

A resposta para a pergunta que eu fiz sobre a ‘morte’ de seus sonhos, de seus planos, pode ser que não sejam 4 dias como a morte de Lázaro, podem ser de semanas, meses, anos, ou até mesmo de uma vida inteira, mas isso não importa, pois no tempo de Deus, através de nossas atitudes é que Jesus chega diante dessa situação e Diz: 

RETIRAI A PEDRA

(V.39). E o mundo, os incrédulos podem dizer que já ‘cheira mal’ pelo tempo de ‘morte’ dos nossos sonhos, mas de dentro da caverna não vão sair restos mortais, mas nossos sonhos e nossos planos RESTAURADOS, cheirando o mais doce perfume de Cristo.

Porque Ele tem dito: SONHO VOLTA A VIDA, SAIA DO SEPULCRO. (ref. V43)

Walter José de Oliveira
sercristaoemaravilhoso@yahoo.com.br
waltinho-oliveira@hotmail.com
About these ads