Ontem não fui ao culto, tinha que iniciar um trabalho para o I.T.Q., fui tomar banho já tarde, ao sair do banho minha esposa me informou que o Liniker, um jovem rapaz muito usado por Deus da igreja havia deixado um texto da pastora Silvana que eu havia pedido para colocar na edição do nosso jornal (Gazeta Quadrangular), seria muito egoísmo da minha parte colocar a mensagem somente na Gazeta, sendo que nem todos podem ter acesso a essa mensagem tão gostosa de ler para nossa reflexão sobre nossos relacionamentos com nossos amigos.

Então, assim como na mensagem do Pr. Rômulo, resolvi colocá-la no blog, para que possamos ser edificados.

Waltinho

I Sm 18: 1-4

PROCURA-SE UM AMIGO,

Que esteja disposto a abrir mão de seus mais valiosos tesouros, como sua família, seu reinado, seus títulos, suas terras, SUA VIDA…

Um amigo que esteja disposto a sentir a dor do próximo, “pagar mico”, omitir fatos, defeitos, afim de não denegrir a imagem, de livrar da morte. (Davi e Jonatas).

Alguém que queira chorar, sorrir, pensar, edificar, realizar, prosperar, tudo de bom ou “ruim”, juntos; que queira uma amizade, que a princípio, não tenha nada para oferecer, que o aceite com as diferenças, com as vantagens e desvantagens. (Lembra-se de Noemi e Rute?).

Um corajoso, que mesmo correndo o risco de ser apedrejado, venha para orar pelo amigo que esteja morto, cheirando mal a 4 (quatro) dias, mesmo mediante as circunstâncias o chame pelo nome: Lázaro, sai para fora!

Sabe aquele amigo que mesmo sendo traído com um beijo negado 3 (três) vezes, continua dizendo:

Já não os chamo de servos, porque o servo não sabe o que seu Senhor faz. Em vez disso, eu os tenho chamado de AMIGOS, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu lhes tornei conhecido. João 15:15

Quer aceitar o desafio?

Pra. Silvana